domingo, 23 de fevereiro de 2014

Conselho de Bebidas Destiladas dos Estados Unidos em São Paulo


Conselho de Bebidas Destiladas dos Estados Unidos (DISCUS - www.distilledspirits.org) apresentou em SP, no dia 28 de Janeiro, um pouco da cultura e visão sobre categorias de Spirits.



Scott Harris, proprietário da Catoctin Creek Distilling Co, fez um breve resumo sobre a expansão da cultura de consumo e destilação nos EUA. Dando como referencia o destilado consumido em grande escala nas costas americanas o Rum.

Devido à dificuldade do cultivo de grãos na região Leste e com o baixo custo da aquisição ilegal do melaço, foi este o destilado maior expressão. O Rum faz parte da cultura americana e está ligado a diversos fatos históricos documentados. Um destes fatos curiosos foi a campanha a casa dos deputados estaduais da Virginia, onde a equipe de George Washington distribuiu 120 litros de rum, 200 litros de Ponche de Rum, 140 litros de vinho, 180 de cerveja e 8 de cidra. O condado tinha apenas menos de 400 eleitores.  Muitas outras histórias ligam o Rum ao cotidiano dos colonos e até a época da revolução da independência como sendo um dos grandes motivadores.

O Uísque surge na historia americana quando os colonizadores partem a desbravar o OESTE e se afastam do litoral LESTE. A grande maioria dos colonos era formada por escoceses, irlandeses e descendentes. Estes conheciam e dominavam a ampla técnica de fermentação e destilação de grãos. Está aí a resolução que nos leva a destilação dos Uísques de milho e centeio. Claro que a história é muito mais ampla.
Em 1930, nas palavras de Scott, acontece “a grande tragédia” The Prohibition. A lei que em uma tentativa de recuperar o EUA, proibindo o álcool, quase termina de afunda-lo impulsionando o tráfico organizado de bebidas e o crime. Fazendo com que muitos bartenders fossem embora para Europa e Caribe. Uma época muito importante, onde os destilados ganharam muita força ao serem misturados até mesmo na tentativa de melhorar o sabor, uma vez que eram feitos de maneira ilegal.
Jeff Arnett, Master Distiller da Jack Daniel’s

Jeff Arnett, Master Distiller da Jack Daniel's, falou sobre a empresa e fez algumas colocações interessantes sobre o cenário americano de produtores artesanais e até mesmo comparou com o Brasil que está agora entendo e observando cada vez mais a qualidade superior da produção artesanal. Algumas colocações de Jeff Arnett “a vez do pequeno produtor”, “o renascimento das pequenas destilarias”, “da fazenda para mesa”. Segundo ele, o EUA já conta com cerca de 1000 pequenas destilarias.

Em relação à cultura de produção de uísques americanos que tem em seu mercado diferentes estilos, porém em quase sua totalidade em volume o BOURBON, Jeff comparou a categoria ao Single Malt Escoces. Disse isso em relação às características mais pungentes da categoria, sabores intensos e mais marcantes que um Blended. De maneira simples apresentou o uísque em três etapas: 1- fermentado de grãos = cerveja; 2-destilação dos melhores alambiques de cobre;  3-quase sempre duas destilações. O barril serve para o ajuste de sabores e cor. Infelizmente, se mostrou um pouco desinformado em relação a mixologia , referindo que os uísques em sua opinião pessoal “ são para beber puro”  e que a vodka “por não ter personalidade” serve melhor para as misturas.

Na degustação foram apresentadas pequeninas amostras de diferentes estilos de uísques americanos para a prova dos espectadores.

Ao final, o mixologista Alexandre Dagostino do Restaurante Spot, apresentou uma receita de coquetel com jeitão “brazuca” para se beber uísque americano, e na receita, que divulgaremos logo logo, ele utilizou um Bitter 100% brazuca, o Zulú Bitter. O escolhido foi o Orange.



Na foto: Alexandre Dagostino, Jeff Arnett,  e Laércio Silva Zulú

O evento ainda contou com expositores de diversas marcas, que também demonstraram seus produtos. Dentre eles, Brandy, Bourbons, Rye, Gin... 


O Autor:
Rodolfo Sousa Bob Rodolfo Sousa Bob é gastrônomo, mixologista, treinador. Sommelier formado pelo SENAC. Especialista nível 2 Wine and Spirits Education Trust. Administrador do blog OBARVIRTUAL.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | coupon codes