terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Absolut Creative Drinks -Etapa São Paulo - Foi Batido ou Mexido?

Segunda feira 6 dezembro, aconteceu a eliminatória da etapa São Paulo do Absolut Creative Drinks. Estive conversando com um dos participantes Matheus Zandona e, ele me confirmou que o campeonato teve um excelente nível e que  está entre os finalistas que vão disputar a grande final,  no dia 10 de Janeiro em São Paulo.
Matheus Zandona, Marcelo Serrano e Henrique Medeiros já fazem parte do grupo de 11 bartenders que irão visitar a fabrica da Absolut na Suécia com as dispesas pagas. O Flair bartender Cristian Lamas, venceu a etapa Flrorianopolis e participára da viagem e da final em São Paulo.


Classificação São Paulo, Absolut Creative Drinks:

1° Marcelo Serrano
2° Henrrique Medeiros
3° Maheus Zandona


Na etapa final estará em jogo a premiação em dinheiro:
1°colocado 1500 Euros
2°colocado 1000 Euros
3°colocado 500 Euros

Boa sorte a todos.

O Autor:
Rodolfo Sousa Bob Rodolfo Sousa Bob é gastrônomo, mixologista, treinador. Sommelier formado pelo SENAC. Especialista nível 2 Wine and Spirits Education Trust. Administrador do blog OBARVIRTUAL.

10 comentários:

Anônimo disse...

eu vi todos os participantes prem o HEMRRIQUE MEDEIROS naum merecia o segundo lugar pois ele naum tem nem um pouco de postura e igiene pois a guaniçao ele pegou com a mão e ate enfiou o dedo dentro do drink martini eu jamais tomaria um drink q ele fiser... em fim se esperar oq de uma pessoa q acha q uma caipirinha eh o drink mais dificil de se preparar so naum sei pq pergunte p ele!!!!!!!/Jah o Marcelo e o Matheus mereceraum

O Bar Virtual Admin, disse...

Eu infelizmente não posso, comentar a respeito de algo que não vi, acho também uma pena você não se identificar.
Não ouvi nenhum comentario a respeito da classificação de algum competidor ter sido injusta, mas é isso ai o blog é um espaço livre para opniões.

Schulze disse...

Concordo com o Bob. Efetuar uma crítica como anônimo não dá a oportunidade do Henrique se defender. Eu também não estive no campeonato, mas certamente acredito que o Henrique obteve boa pontuação nos critérios mais valorizados pelos jurados e por isso chegou lá. Portanto vale a dica aos competidores. Na minha humilde opinião, acredito que quanto mais se conhece sobre as características, a tradição e os antigos vencedores, maior a possibilidade de sair vencedor. Como diria Francis Bacon - "conhecimento é poder"
No mais, parabéns Bob pela continuidade do projeto Bar Virtual. Esse ano pouco pude acessar por conta dos afazeres da kiss and fly e a bendita tese de doutorado que nunca acaba...
Mas sem dúvida, o Bar Virtual continua sendo uma excelente fonte de informações a todos os bartenders
Bom final de ano a todos e todas bartenders que buscam no Bar Virtual informações sobre nossa área
Abs
Thiago Schulze
Ps: Gostaria de escrever uma reportagem rápida sobre vivências e experiências de bares em baladas. seria possível?

rogerio disse...

eu nãi so vi,mas tambem participei fiquei em 8°lugar e naum tenho oq reclamar da mina colocação mas eu vi a apresentação do Henrrique e acho e ele tinha realmente q ter mais postura e pesquisar um pouco mais arrespeito do q ele vai falar por ex ele disse q o tamarilo é um fruta asiatica e o tamarilo é uma fruta dos andes colambianos ou seja da COLOMBIA e não da ASIA...
só acho q o Henrrique deveria dar um bom exemplo para novos bartenders e ah postura dele não foi nem um pouco exenplar

BY:Rogerio Simioni

O Bar Virtual Admin, disse...

Thiago, excelente citação, visita ilustre de Francis Bacon no obarvirtual. Concordo plenamente só gostaria de chamar a atenção para o detalhe de que alem de saber (o que já é difícil) no bar precisa-se executar o que se sabe.
Sua idéia é muito boa, vamos amadurecer esse projeto e em 2011 colocamos em pratica.
Fico muito grato por todos os elogios ao obarvirtual e espero que encontre tempo pra continuar acessando e colaborando.
Um grande abraço e um bom final de ano.
Contato: obarvirtual@gmail.com

O Bar Virtual Admin, disse...

Boa Rogério é isso aí ta ai alguém que fala e assina em baixo.
Não quero botar lenha na fogueira, mas realmente acredito que algumas coisas tenham que ser faladas, afinal estamos questionando sobre uma competição aonde alguns vão bem e outros nem tanto e onde os que mais me irritam são aqueles que nem se preocupam em se preparar para tal, mas também acredito em respeito e lealdade, principalmente ao se comentar de um colega de trabalho.

Esse ano estive presente a algumas competições neste formato mais aberto e sempre vejo vídeos internacionais, onde me parece ser mais comum os bartenders se expressarem enquanto executam sua rotina de preparo de coquetéis. Reparei que grande parte dos profissionais que vi competir, não se deu conta da oportunidade de exteriorizar seus conceitos e tão pouco, estavam preparados a altura do mínimo que lhes era exigido, ex.. faltas graves como procedimentos estranhos, misturas improváveis, ingredientes incorporados a receitas que burlavam a regra do campeonato ou que subtraiam o receituário apresentado por eles mesmos, falta de equipamentos, teses e déias mal contextualizadas e sem embasamento, etc.. Algumas coisas justificam isso em minha opnião, nervosismo e nível técnico baixo são dois fatores que descrevem bem algumas situações. Toda via me alegrou muito ver o todo das competições e a movimentação de profissionais e da indústria em pró da disseminação da coquetelaria.
Estendi-me muito e talvez seja tema de um post futuro, de qualquer forma o que me deixa muito feliz é que estamos tendo a oportunidade de descobrirmos novos talentos e desmitificarmos alguns pseudo-s especialistas os pondo a prova. No mais que todos possamos trocar informações e melhorar o nível técnico geral de uma realidade que esta longe de ser ideal, onde nem sempre os que se destacam mais são os melhores.

Parabéns Rogério por sua colocação e por sua atitude honesta e leal, obarvirtual como todo bom bar é um ótimo lugar para uma boa polemica.

Na etapa final tentarei estar presente para apimentarmos ainda mais nossas discussões de balcão. Imaginem se conhecendo os ingredientes e o procedimento já é complicado, com uma caixa surpresa! Estou ansioso pelas perolas que irão surgir.

Grande abraço a todos e fiquem a vontade, que o obarvirtual é nosso.

henrique medeiros disse...

Agradeço a Critica, elas são sempre construtivas, e com elas que vemos nossos defeitos e procuramos nos aperfeiçoar.
A respeito de pegar com as mãos a guarnição e que ela e feita à base de gelatina vodka e uma lamina de uva, que e colocada na parte interna da taça (por este motivo não deve gelar a taça) e fica impossível de pegar com uma pinça, talvez o Sr anônimo não tenha percebido
Vejo que vc gosta de ler algumas matérias minhas agradeço, quando comento que a caipirinha e um dos coquetéis mais difícil de preparar vou te explicar, todo coquetel deve ser preparado com os melhores ingredientes e também deve ter um cuidado especial com o tipo de açúcar, alguns amigos saberão o que estou dizendo. Ou você prepara o melhor ou será simplesmente mais um quem vai decidir será o seu cliente.
Referente o origem do produto, foi dito que e também conhecido como tomate japonês, e tem produção no interior de são Paulo
E sabendo do seu gosto sugiro que fuja de muitos restaurantes principalmente de alta gastronomia, porque as maiorias dos pratos são finalizadas com as mãos.
Agradeço Henrique Medeiros

O Bar Virtual Admin, disse...

A participação que faltava!
Acho que com a explicação do Henrique, fica bem claro seu posicionamento profissional ao tratar do assunto. Como não estava lá para discutir sua postura na apresentação só passo comentar sobre seu comentário aqui no blog e agradecê-lo por contribuir.
Concordo com ele no que se trata de manusear guarnições ou elementos dos coquetéis com as mãos, talvez pareça estranho em primeiro momento, mas é só nos atentarmos a gastronomia ou a técnicas simples como o zest de limão ou twist (nunca vi ninguém cortar e torcer um, sem o contato direto das mãos ) e com a coquetelaria se tornando cada vez mais globalizada, influencias culturais irão acontecer de fato.
Quanto à caipirinha sua explicação é de quem conhece e domina o que faz, é muito importante valorizarmos produtos nacionais e não se esqueçam que o coquetel mais famoso no mundo é constituído de três elementos apenas (gelo, vermouth e gin). As melhores bebidas os melhores pratos são sempre diferenciados por pequenos detalhes, feitos de maneira minuciosa por quem realmente entende do assunto.
Mais uma vez obrigado a todos que participam do blog de forma construtiva e possibilitam esse maravilhoso intercambio de informações.

Abçs.

Anônimo disse...

Para o anônimo, você deveria estar em primeiro lugar, na verdade você já ganhou. Com tantos erros de português, só você mesmo.
Coitado do Aurélio (dicionário da língua portuguesa)
Dica estude mais, o governo do estado dispõe de projetos sociais para quem não tem estudo.
Ou não escreva mais nada

James Guimarães disse...

Pessoal,
Fico grato em saber que o absolut creative está sendo comentado por todos vocês. Nossa idéia sempre foi fazer uma competição inédita a nível nacional e isso aconteceu. Todas as etapas foram bacanas. O que acontece e que nos agrada muito é ver críticas, sujestões e elogios vindos de todos profissionais da área.
Porém, fica difícil e sem nenhuma credibilidade uma pessoa criticar ou ate mesmo elogiar a outra sem qualquer tipo de identificação. Sinceramente se fosse eu a receber um elogio, uma sujestão ou até mesmo uma crítica, seja ela construtiva ou não, falar sobre o assunto.
Desde quando pegar algo com as mãos no bar é falta de higiene?
abraços
james guimaraes - blog mixologia & design

Postar um comentário

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | coupon codes